Mairo and Ayla: Londrina

Study the transcript of this episode as a lesson on LingQ, saving the words and phrases you don’t know to your database. Here it is!

Mairo and Ayla talk the city of Londrina in south of Brazil. (Mairo e Ayla falam sobre a cidade de Londrina no sul do Brasil).

M: Bom é gravando aqui mais um podcast hoje com um dia de atraso, porque tivemos aí alguns problemas técnicos, e o podcast era para ter saído ontem, na sexta, e… mas a gente acabou gravando só hoje no sábado, e então, bom, vai sair… logo depois de gravar a gente já está fazendo o upload aí do podcast.

É… hoje eu e a Ayla, estamos aqui na casa da Ayla de novo e até queria pedir desculpa se houver algum barulho de fundo, porque a gente mora no centro da cidade, então tem muito barulho de carro e de movimento, então às vezes se tiver algum barulho no fundo é por causa do barulho da cidade e caso tiver algum barulho muito forte eu dou uma parada de falar e depois que baixar o barulho eu continuo.

A: Também passa avião aqui né, quando vem, pode passar algum avião e fazer fuuu.

M: É também tem isso porque o aeroporto é aqui perto então passam uns aviões aqui de vez enquando bem baixo, pousam…, oh ta passando um.

A: Está passando um jactinho aqui em cima.

M: É está passando exactamente agora.

É um avião de porte menor.

Dá para escutar?

Não sei se vocês conseguem escutar.

A: Eu acho que o jactinho não faz tanto barulho assim como aqueles grandes mesmo.

M: Então já que nós tamos falando de barulho, hoje vamos falar um pouquinho da cidade.

A gente mora aqui na cidade de Londrina, interior do Paraná, e o Paraná é um estado no sul do Brasil, para quem não conhece a geografia do Brasil.

É, Londrina não é a capital, a capital e Coritiba, mas é uma cidade grande, tem uns… quanto habitantes?

A: Basicamente uns quinhentos mil, mas já ta com quase seiscentos e cinquenta, por aí, mil habitantes…

M: É, uns 500, 600 mil habitantes, mais ou menos,

A: É, por ai.

M: Bom, o que a gente gosta aqui em Londrina…o que é que… tem várias coisas boas aqui, né, para uma cidade do interior.

A: A faculdade que é uma das melhores do Brasil, kendo-londrina, o que eu acho que faz, que é muito importante.

Eu acho que por Londrina, Londrina só tem setenta e dois anos, eu acho, e por ter essa idade assim ela cresceu muito.

Você vê Londrina assim ela é… tem porte de cidade grande, só que ela está crescendo ainda.

M: É. E outra que tem de bom aqui em Londrina… É uma cidade bem cultural.

A: É

M: Tem uns eventos, tem vários festivais.

A: Tem show de música, festival de jazz, festival de dança, tem o FILO.

O FILO é… Vem teatro de todo o mundo aqui apresentar…

M: É. O FILO é o Festival Internacional de Londrina, festival de teatro eu acho que se eu não me engano é o maior festival de teatro da América do Sul e vem grupos do mundo inteiro para se apresentar e com certeza o FILO é uma das maiores atracções da cidade.

A: E não e caro.

M: É, é barato.

Os ingressos são baratos.

É uma oportunidade muito boa, se você pretende vir a Londrina, vem na época do FILO.

Mas tem outros festivais.

Tem o festival de música é muito interessante.

A: Festival de jazz

M: O festival de jazz também.

Que é separado.

Tem um que é só de música, mais variado, e tem um específico de jazz.

Tem um festival literário?

A: É, o LONDRIX, né, que a gente chama de LONDRIX que é um festival literário, que tem até apresentação de poesia, apresentação de livros…

M: Esse é um festival ainda menor…

A: Acho que é o terceiro ano esse ano, se eles forem fazer.

Não faz muito tempo que tem o LONDRIX.

M: É, o festival literário está começando, mas os outros já têm mais tradição e para além desses vários festivais, bom tem a orquestra, também.

A: E que é muito importante.

A OSUEL, que é a orquestra sinfónica da UEL, da Universidade Estadual de Londrina, que a gente sempre vai ver, quando tem a temporada deles, que é muito bom.

Eu nem sei o que falar, é muito bom mesmo.

M: É, a orquestra da universidade é realmente muito boa e normalmente é difícil assim ter orquestra na sua cidade, na cidade que a gente mora, eu a primeira vez que eu fui assistir a uma orquestra ao vivo foi aqui em Londrina porque tem essa orquestra e tem os espectáculos ao longo do ano e são gratuitos, né, e é realmente fantástico.

Eu não gostava muito, não é que não gostasse, mas eu não escutava muito musica clássica, mas passei a gostar por causa que (POR CAUSA QUE é uma construção errada, tanto oralmente como na escrita, pelo menos no português de Portugal.

Por causa + que deve ser substituído por PORQUE) comecei a assistir às apresentações da orquestra, que é algo assim realmente …

A: Incrível.

M: Incrível mesmo.

A: Sem contar que a primeira peça que a gente assistiu foi o Bolero de Ravel e a gente…

M: É, é. Uma das primeiras foi o Bolero de Ravel que é uma composição…

A: Do Ravel.

M: Do Ravel.

Mas e fantástico e já assistimos também a outros compositores: Beethoven, Tschaicovsky , Mozart… Korsakov, recentemente, né.

A: O último foi o Korsakov.

M: É. O último foi o Korsakov.

E qual o outro?

A: Aquele Camilli Santini, não?

M: Não, não.

Aquele que a gente assistiu…Foram dois compositores.

A: Daquela fez?

Foi o korsakov e o Tschaicovsky.

Na verdade até foram três.

Não foi o Tschaicovsky?

M: Era um compositor famoso que fala que foi o sucessor do Beethoven.

Ah eu esqueci o nome.

A: Eu também não lembro.

Mas eu posso ver se você quiser.

M: Não, Não.

E que mais tem de bom em Londrina?

Deve ter mais um monte de coisa boa.

Mas assim basicamente na nossa área cultural …

A: Que abrange, o que a gente sabe aqui de londrina eu acho que é isso.

M: Tem vários festivais, a orquestra, o kendo, que a gente pratica e que é muito bom em Londrina.

A: Esse ano tem campeonatos em Londrina, né?

M: Uhmuhm.

Tem a universidade, eu estou no último ano.

A Ayla está entrando.

Bom tem mais coisas boas, mas…

A: A gente não conhece tudo de Londrina, para ficar falando muito…

M: A gente é assim.

A: A gente não conhece tudo de Londrina, mas basicamente é isso.

M: Espero que vocês tenham gostado então e que tenham ficado com uma boa imagem de Londrina no Brasil.

A: É uma cidade muito boa.

M: Se vierem para o Brasil venham para Londrina, tá?

A: Norte do Paraná.

M: É. Norte do Paraná, sul do Brasil.

A: Sul do Brasil.

Primeiro estado da região sul.

M: Uhmuhm.

Então hoje a gente fica por aqui.

Esse foi o LingQ, o portuguese LingQ quem quiser estudar mais português acessa o LingQ lá http://www.Lingq ( L I NG Q).com e estude a transcrição desse texto.

E é isso ai.

Aqui é o Mairo Vergara.

E a

A: Ayla.

M: Maomi.

A: Maomi

M: Ayla Maomi.

Então até mais, tchau.

A: Tchau!

Leave a Comment

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s