Pedro & Luis – Pedro’s Trip

Study this episode and any others from the LingQ Portuguese Podcast on LingQ! Check it out.

Pedro is thinking of going on a trip, but he hasn’t decided where to go yet. He asks for advice from his friend Luis.(Pedro está a pensar fazer uma viagem, mas ainda não decidiu para onde. Decide então pedir conselhos ao seu amigo Luis.)

Pedro: Então Luís.

Estou a pensar em ir para o estrangeiro nas próximas férias.

Luis: Fazer uma viagem?

Pedro: Sim, fazer uma viagem

Luis: Mas, hmm, dentro da Europa?

Dentro do país?

Pedro: Bem, é assim, ao longo dos últimos anos estive a por de parte algum dinheiro p’ra fazer uma viagem, e agora não sei mesmo para onde é que hei de ir.

Portanto, como tu sabes, eu sem ser aqui em Portugal nunca fui a outros sítios, pronto, fui a Espanha.

Luis: É pertinho…

Pedro: É perto.

Luis: Ainda me lembro, foste… fomos uma vez a Bilbao, os dois…

Pedro: Pois foi.

Luis: …com o nosso amigo Billy.

Pedro: Pois fomos, é verdade.

Luis: E fomos num – como é que era – era um Renault Clio com quinze anos.

Pedro: Sim, quinze ou dezasseis anos, na altura…

Luis: Aguentou-se bem…

Pedro: Sim, o carro até se portou bem.

Para a idade que tinha, até fez bem os quilómetros todos.

Luis: E gostaste de Bilbao?

Pedro: Gostei muito, gostei muito de Bilbao, é uma cidade muito bonita.

Fez-me lembrar até, por outras imagens que já vi de França e de outros países do centro da Europa, como a Hungria e a Alemanha.

Fez-me lembrar esses países.

E tu, gostaste?

Luis: Gostei, em termos de… paisagísticos é uma cidade muito bonita: tens ali as regiões montanhosas, tens o mar que não é longe.

É uma cidade que ‘tá… que em termos de urbanismo ‘tá muito bem organizada, tem bons transportes públicos: tem o metro, tem… também tinha, penso eu, um eléctrico – não era – de superfície.

Pedro: Tinha, tinha um eléctrico de superfície.

Luis: Exacto, tinha.

E em termos culturais, epá, é uma cidade fantástica porque tens o… até fomos lá ver o Museu Guggenheim – não é – de Bilbao, e tem… que é um museu, tanto a nível estético, o próprio museu em si é muito original, tem aquelas formas muito bicudas; e em termos das exposições também gostei muito do que vi lá.

E também gostei de alguns museus de arte contemporânea, e outros de arte clássica, pintura e… acho que é uma cidade muito completa tanto a nível de… de museus, exposições, a própria cidade está bem estruturada, e também gostei bastante das zonas de comércio e de restauração.

Penso que é uma cidade mesmo, que qualquer pessoa devia ver, mesmo.

Mas tu ‘tás a pensar fazer uma viagem fora de… talvez mais longe não?

Pedro: Pois, já que já fui a Espanha, gostava de ir a outro sítio.

Estou é um pouco indeciso, não sei se fique pela Europa, ou se vá para outro continente, não é. Se ficar na Europa, sei que a minha viagem pode ser uma viagem mais dasafogada, porque posso ficar mais dias nesse país, porque o dinheiro assim o permite, não é?

Agora, se for por exemplo para outro continente, como por exemplo… o continente americano, ou para o… para o continente… para a Euro-ásia!

Não, Euro-ásia não, desculpa, estou-me a enganar, para a Oceanía, é isso mesmo.

Para…

Luis: Austrália…

Pedro: Austrália, Nova Zelândia.

Já sei que aí a viagem vai ser mais cara, e como tal, os dias que vou passar lá terão que ser menos.

Luis: Exacto.

Pedro: Porque não vou ter a possibilidade de estar tanto tempo aí, como estaria num país europeu.

Luís: É assim, eu… o que eu propunha é dependente também da quantidade de dinheiro que tu queres gastar, e do meio de transporte que tu queres utilizar, não é. Se for de avião, quer dizer… as diferenças em termos de preços de viagens, actualmente com as companhias low-cost, penso que não seja assim muito relevante.

Agora, se fores de carro ou de comboio ou de autocarro… eu penso que se realmente queres conhecer vários sítios, ou tens assim um tempo mais prolongado, penso que até um inter-rail era uma boa ideia.

Ou seja, ías de combóio, podias visitar vários sítios de uma área que tu escolhesses: norte da Europa, a Europa de leste, mesmo África, a parte de Marrocos e Gibraltar, essas zonas.

Penso que tem coisas interessantes.

Agora, em termos de cidades específicas mesmo, se quiseres uma opinião minha… eu acho que cidades que uma pessoa… pelo menos nós, que vivemos aqui em Portugal, temos sorte de ter até proximidade com cidades muito importante, mesmo da história do Mundo e da cultura: por exemplo Paris.

Paris é uma cidade, penso que, uma cidade que a um nível cultural não tem muito igual, não há muitas cidades que possam comparar.

Tens museus como o Louvre, tens igrejas e catedrais espectaculares… eu penso que seria uma boa opção.

Já pensaste em ir a Paris?

Pedro: Por acaso já pensei, já me tinham falado muito bem de Paris, mas… estava com vontade de ir antes a outros sítios.

Luis: Hmm… ‘tavas inclinado mais para que zona?

Pedro: É assim, se for a nível da Europa, gostava de ir primeiro a Londres, no Reino Unido.

Porque fora o Português que é a minha língua materna, a língua que eu domino melhor é o Inglês.

Isso não quer dizer que seja o motivo pelo qual eu estou a fazer esta escolha, não é. É porque realmente gostava de praticar o meu Inglês no meio das pessoas em que o Inglês, é a lingua, é a língua nativa.

Luis: Exacto.

Pedro: Pronto, tenho realmente essa curiosidade, e não só.

Porque Londres também é uma cidade… é uma cidade que tem uma grande variedade: tem uma grande variedade a nível de pessoas, a nível de edifícios, a nível de diversões, e eu gostava muito, realmente, de lá ir.

Claro que também, tenho uma boa opinião em relação a Paris – apesar de nunca ter ido lá -, mas não me parece que Paris ofereça tanta diversidade como… como Londres.

Acho que Londres, realmente, é uma cidade que é considerada um centro europeu – assim como Paris também é um centro europeu -, mas um centro europeu mais cosmopolita.

Luis: Estou a compreender o que ‘tás a dizer.

Eu, por acaso, já fui às duas cidades: já fui a Paris e já fui a Londres.

Pedro: E qual foi a que gostaste mais?

Luis: Pronto… pessoalmente tenho uma ligação maior com Paris, porque como tu deves saber, eu já… tenho lá família, em Paris, e então passei durante um período, cerca de dez /quinze anos, passei… pelo menos uma vez por ano eu ía a Paris.

E então, criei uma ligação emocional à cidade, como é óbvio.

Pedro: Compreendo.

Luis: Exacto.

Uma pessoa passa muito tempo num sítio, começa a habituar-se e a criar algumas… algumas ligações.

Em relação a Londres, também é uma cidade fantástica, que como tu dizes, é bastante cosmopolita, tem uma diversidade enorme tanto de pessoas: pessoas de todos os países que tu possas imaginar.

Em termos de cultura também é muito, muito bom: tem um dos museus mais conhecidos do Mundo, que é o Museu de História Natural – o Natural History Museum – para além de muitos outros.

Obviamente tens aqueles marcos históricos, que toda a gente conhece: o Big Ben, a Tower Bridge e o palácio de Buckingham, esse sítios mais, pronto mais,… turisticamente mais atraentes.

E depois tens uma vida nocturna bastante activa, e isso para pessoas jovens como nós penso que é uma mais-valia.

Tens um pequeno problema, mas isto é relativo à Inglaterra e à França, é a nível dos preços das coisas.

Todos os serviços e a… a estadia.

Todos esses gastos que estão envolvidos na tua viagem, vão ser sempre mais caros ao nível… comparando com o nível de preços que temos aqui em Portugal.

Pedro: Pois…

Luis: Portanto, se estás a pensar a nível de poupança económica, ires tanto a Londres ou a Paris, vai-te ficar caro.

Pedro: Ai quer dizer que não há assim uma grande diferença a nível de preços.

Luis: da minha experiência, que eu tive, penso que Londres e Paris têm um nível de vida mais caro do que nós estamos aqui habituados.

Portanto, uma pessoa acaba por gastar mais dinheiro.

Do que por exemplo a tua experiência com Espanha, que não há um grande desfasamento entre os preços que se praticam em Espanha e em Portugal.

Pedro: Sim, é verdade, é verdade.

Luis: Países como Alemanha, França, Inglaterra, já notas uma diferença maior no teu bolso.

Pedro: Claro, porque são países muito mais desenvolvidos do que o nosso país, não é?

Luis: Exacto.Mas eu penso que, se realmente tens uma… se estás mais inclinado para Londres, eu acho que é uma óptima ideia.

Pedro: Ok.

Então olha, vou pensar também em Paris, e mais tarde vou-te dizer então, qual das duas cidades irei visitar.

Luis: Ok

Pedro: Pronto, olha, gostei muito de falar contigo Luís.

Luis e Pedro: Xau!

Leave a Comment

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s